Em memória de Ulysses Guimarães

Congresso faz sessão em memória de Ulysses Guimarães na segunda

O Congresso faz na segunda-feira (15) uma sessão solene de homenagem a Ulysses Guimarães, para marcar os 20 anos da morte do político, completados nesta sexta (12). Opositor da ditadura, protagonista da redemocratização e artífice da Constituição de 1988, “dr. Ulysses” desapareceu após a queda de um helicóptero no mar, no litoral de Angra dos Reis (RJ), em 12 de outubro de 1992. Tinha 76 anos na época do acidente.

Em nota divulgada nesta sexta, o presidente do Senado, José Sarney, manifestou “tristeza” pela data. “Símbolo” e “ícone da história contemporânea brasileira”, Ulysses “assegurou uma transição pacífica do autoritarismo para a democracia”, nas palavras de Sarney.

“Ainda hoje, vinte anos depois, Ulysses Guimarães não só é lembrado como faz uma imensa falta ao Brasil”, disse o ex-presidente. A sessão solene será realizada no Plenário do Senado, a partir das 17 horas.

Ativista da democracia

Nascido em um distrito de Rio Claro (SP) em 6 de outubro de 1916, Ulysses se formou em 1940 na Faculdade de Direito da USP. Nessa época, já militava no movimento estudantil, chegando à vice-presidência da União Nacional dos Estudantes (UNE).

Antes de entrar na política de Estado, foi professor, advogado, dirigente do Santos. O primeiro cargo público veio em 1947, quando se elegeu deputado estadual pelo antigo PSD para compor a Assembleia Constituinte de São Paulo. Em 1950, foi eleito para deputado federal, cargo para o qual se reelegeu onze vezes e que exerceu até a morte.

Na breve experiência parlamentarista no Brasil, em 1961-62, foi nomeado ministro da Indústria e Comércio no gabinete do primeiro-ministro Tancredo Neves. Já fora do governo em 1964, Ulysses apoia a deposição do presidente João Goulart; em 1965, porém, com o fim dos partidos imposto pelo regime militar, Ulysses adere ao Movimento Democrático Brasileiro, única legenda autorizada pela ditadura, de oposição à Arena, do governo.

Durante a ditadura, Ulysses se contrapôs ao regime dos militares. Presidente do MDB em 1971, lançou-se “anticandidato” à Presidência, disputando contra o general Ernesto Geisel, que venceu em 1974 por conta da maioria no Colégio Eleitoral. Em 1979, os partidos são autorizados pelo regime e do MDB surge o PMDB, presidido também por Ulysses.

Os esforços no Congresso para redemocratizar o país culminaram em 1984, na campanha pelas Diretas Já, que visavam à escolha direta dos eleitores para presidente da República. A proposta mobilizou o país, mas foi derrotada no Congresso.

No ano seguinte, o PMDB lança Tancredo Neves para disputar a Presidência no Colégio Eleitoral. Para captar apoio governista, José Sarney é lançado pela Frente Liberal, remanescente da Arena. Com a morte de Tancredo, em abril de 1985, Sarney assume o país e tem como principais missões controlar a inflação e viabilizar a elaboração de uma nova Constituição, que consolidasse a democracia.

Construtor da Constituição

A tarefa de conduzir a construção da Carta Magna caberia a Ulysses, eleito para presidir a Assembleia Nacional Constituinte em 1986. Até hoje, o político é lembrado pela grande capacidade de conciliação, permitindo ao texto da Constituição abarcar propostas e apoios de alas divergentes da sociedade, numa época em que a abertura política fazia reflorescer também as divisões internas do país.

Concluída em 1988 a “Constituição Cidadã”, como foi apelidada em virtude das garantias sociais que promovia, Ulysses se lança candidato à Presidência em 1989. Sem apoio unânime do próprio PMDB, termina em sétimo lugar.

O ativismo político se manteve durante o governo de Fernando Collor. No Congresso, teve papel proeminente nas investigações que levariam ao impeachment em 1992. Dias antes da acidente, ainda em Angra dos Reis, manteve uma longa conversa por telefone com o vice empossado, Itamar Franco, sobre como manter a estabilidade do governo.

Junto com Ulysses no helicóptero, estavam sua mulher, Dona Mora, o ex-senador Severo Gomes e sua esposa, além do piloto. Foi o único cujo corpo nunca foi encontrado.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

Política Relevantes

Ministro da Economia dará detalhes corte orçamento na segunda-feira (22)

post-image

Em pronunciamento à imprensa após reunião da área econômica com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, anunciou uma contenção de R$ 15 bilhões na execução orçamentária de 2024. A medida é para que o Governo Federal cumpra as exigências previstas no arcabouço fiscal e preserve a meta de déficit zero das despesas públicas prevista para o fim do ano.

De acordo com o ministro, serão R$ 11,2 bilhões em bloqueios e R$ 3,8 bilhões em contingenciamentos de despesas. Haddad afirmou que a medida seria originalmente anunciada no dia 22, mas que o Governo Federal preferiu antecipar para evitar especulações.

“Como na última vez, trouxemos os números da área econômica para fazermos um entendimento sobre a determinação que o presidente Lula nos deu, de cumprimento do arcabouço…

Read More
Política

Não vamos cortar o salário mínimo”, reafirma Lula

post-image

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a negar que vá tomar qualquer medida de corte de orçamento público que envolva a redução do salário mínimo para as parcelas mais pobres da população, como aquelas que recebem da Previdência Social. Em entrevista à TV Record, ele destacou que o crescimento da riqueza no país deve ser distribuído de forma equitativa para todos.

“Quando alguém fala que eu deveria desvincular o salário mínimo da Previdência Social. O mínimo, já diz, é o mínimo. Não tem nada mais baixo que o mínimo. Então, eu não posso cortar o mínimo, que já é o mais baixo de tudo. Quando você tem que dar aumento do salário mínimo, você faz a reposição inflacionária. Se a inflação foi 3%, você repõe 3%. O crescimento do PIB nos últimos dois anos, a média, a gente…

Read More
Política Relevantes

Informações sobre as Eleições Municipais de 2024 estão reunidas em uma página própria no Portal do Tribunal Superior Eleitoral

post-image

As principais informações sobre as Eleições Municipais de 2024 estão reunidas em uma página própria no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na internet.
A seção Eleições 2024 busca facilitar o acesso pelo público a temas fundamentais sobre o pleito deste ano. O primeiro turno das eleições ocorrerá em 6 de outubro e o segundo em 27 de outubro, onde for necessário.

O espaço contém informações sobre o Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), o calendário eleitoral, o canal do mesário, as normas e documentações sobre o pleito, as missões de observação eleitoral, assim como matérias que resumem informações sobre a urna eletrônica e o processo eleitoral. As usuárias e os usuários também encontrarão dados adicionais sobre legislação, segurança, candidaturas e partidos políticos, totalização e resultado das eleições.

Serviços-Por meio da página Eleições 2024, as eleitoras e…

Read More
Política Relevantes

Registro de candidaturas: TRE-BA promove palestra para partidos políticos amanhã (09)

post-image

Partidos políticos atuantes na Bahia poderão participar de palestra sobre registro de candidaturas promovida pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) na próxima terça-feira, 9 de julho, às 17 horas. O evento é organizado pela Seção de Gerenciamento de Registro de Dados Partidários e de Candidatos (SERPAC) e terá transmissão ao vivo pela TV TRE-BA no Youtube. 

Segundo Jonas Dias, chefe da SERPAC, o encontro online trará informações gerais e novidades sobre registro de candidaturas trazidas pela Resolução TSE nº 23.729/2024, também esclarecerá dúvidas sobre federações, coligações e documentos necessários no processo. “O objetivo também é estabelecer uma troca para esclarecer dúvidas que possam surgir no decorrer dos registros. A expectativa é da participação de partidos, advogados, delegados, contadores e da sociedade em geral”, afirmou. 

Nas Eleições Municipais 2024 os partidos políticos, federações e coligações têm até…

Read More
Política Relevantes

Faltam 3 meses para as eleições: conheça 6 oportunidades de fiscalização da urna

post-image

O primeiro turno das Eleições Municipais 2024 acontece no dia 6 de outubro. Ou seja: estamos a três meses do dia em que mais de 156 milhões de eleitoras e eleitores irão às urnas eletrônicas escolher novos prefeitos e vereadores para os próximos quatro anos.

Confira nesta matéria seis oportunidades de auditoria e fiscalização que garantem a segurança do sistema eletrônico de votação brasileiro. 

1. Código-fonte de acesso público  – O código-fonte da urna eletrônica é um conjunto de instruções às quais os sistemas eleitorais, desenvolvidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), obedecem. É ele que determina como um programa vai funcionar. O seu computador, por exemplo, tem código-fonte próprio. 

A disponibilização do código-fonte da urna para auditoria é um procedimento obrigatório e realizado pelo TSE. A auditoria é realizada desde 2002 e está prevista…

Read More
Política Relevantes

Ministra defende criação de marcos da cultura para evitar retrocessos

post-image

A ministra da Cultura, Margareth Menezes, defende a institucionalização da cultura no país, para evitar retrocessos como em governos anteriores. Ao afirmar que “cultura não é supérfluo”, a ministra classificou as ações do atual governo de “reconstrução”.

“Reconstrução para materializar o fazer cultural como política de Estado. É necessário que estabilizar esse universo da arte, com direitos e marcos, para conseguir se fortalecer”, disse a ministra. “O momento é agora.”

Em declarações feitas durante lançamento de programas de fomento da Fundação Nacional de Artes (Funarte), no Teatro Dulcina, no Rio de Janeiro, Margareth Menezes citou medidas recentes, como a criação do Sistema Nacional de Cultura e do Marco Regulatório do Fomento à Cultura.

Um dia depois de o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, ter anunciado que o governo prepara um corte de R$ 25,9…

Read More
Política Relevantes

Colaboradores de cartórios eleitorais iniciam capacitação visando os trabalhos nas Eleições 2024

post-image

As servidoras e os servidores dos cartórios eleitorais do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) iniciaram esta semana, uma capacitação visando os trabalhos nas Eleições 2024. O treinamento, promovido pela Seção de Desenvolvimento Organizacional e Capacitação (Sedoc) em parceria com a Secretaria Judiciária (SJ), Secretaria de Auditoria (SAU) e com a Comissão de Mesários, segue até a próxima sexta-feira (5), no Centro Administrativo do TRE-PE, localizado no bairro do Bongi, no Recife.

No treinamento, os servidores vão se atualizar sobre os procedimentos do registro de candidatura, treinamento de mesários e prestação de contas. Nesses dois primeiros dias de curso (1 e 2 de julho), o assunto abordado foi o registro de candidatura. “Além da abordagem aos aspectos legais do registro de candidatura, haverá também treinamento para o uso dos sistemas que são utilizados para os pedidos de registro. As convenções…

Read More
Política Relevantes

“Não teremos sossego nas eleições sem a regulação”, diz ministro

post-image

A ameaça de golpe na Bolívia transformou o 12º Fórum de Lisboa no cenário para fortalecer a posição do Supremo Tribunal Federal (STF) de guardião da democracia no Brasil.

Os três ministros da Corte que discursaram no último dia do evento, na sexta-feira, enfatizaram a defesa do Estado Democrático de Direito.

Como dois violinos na mesma toada, Alexandre de Moraes, relator do inquérito dos atos golpistas do 8 de Janeiro de 2023, e Flávio Dino, ministro da Justiça à época, foram incisivos em suas falas.

Moraes classificou as articulações para o golpe de “novo populismo digital extremista”. O ministro ressaltou que sempre houve grupos tentando desvirtuar a democracia, mas que o desafio atual é entender como eles acharam terreno fértil para se difundir.

“Para que possamos garantir que a vontade do…

Read More