medinaAssim como eu, ao que tudo indica, meu filho Vicente também será um perna de pau. A constatação – que a muitos deve parecer um tanto óbvia – só tornou-se realmente possível a partir do próprio interesse dele pelo esporte bretão, influenciado por alguns colegas que no início deste ano se matricularam numa escolinha de futebol. Num primeiro momento a iniciativa me deixou bastante entusiasmado, afinal aí estava uma grande oportunidade de lavar a honra da família, manchada por passagens nada edificantes dentro das quatro linhas, estas que permearam toda a minha infância. No mais, o afã esportivo do irmão mais velho acabou contagiando também a Bethânia, que pediu para entrar no Ballet. Filho boleiro, filha bailarina, que pai não se orgulharia disso? Pelo roteiro oficial, só me faltaria comprar uma caminhonete com bastante espaço no bagageiro, ganhar uns dez quilos de pança e passar o resto dos meus dias assistindo TV de chinelão, escorado no sofá por uma daquelas almofadas gigantes em formato de coração.

Ainda nas primeiras aulas, no entanto, ficou bastante evidente que a missão de transformar aquele pequenino ser, magrinho e meio distraído, num jogador apenas razoável seria comparável, se não a todos os doze juntos, ao menos a um dos trabalhos de Hércules. Um forte indício disto poderia residir no fato de que, à exceção do Vicente, todos os demais integrantes da turma eram daquele tipo de garoto que, antes mesmo de perder os primeiros dentes, já sabem recitar de cor a escalação do Galatasaray e que, independente da ocasião, vestem camisas oficiais de grandes times europeus. Na arquibancada chegava a ser engraçado observar o engajamento dos pais, a partir de comentários do tipo “vai na bola, fecha a marcação!” ou “essa zaga é uma peneira!”, sobretudo se pensarmos que a imensa maioria dos jogadores, não faz muito tempo, provavelmente ainda molhavam suas camas à noite. Enquanto a disputa acirrava-se entre os filhos dos outros, não raro o meu preferia fazer air guitar enquanto, entediado, esperava a bola chegar de volta ao seu gol, o que, além de muito divertido, sempre me pareceu uma atitude justificável.

O abismo entre o que aquela experiência significava para mim e meu filho comparada aos coleguinhas e seus respectivos pais irrompeu de forma abrupta, como não poderia deixar de ser. E eis que um dia, após deixar passar uma bola defensável, Vicente toma uma voadora nas costas de um companheiro de time, supostamente cansado de lidar com sua incontestável inabilidade. Neste dia, meus amigos, confesso que morri um pouco; talvez por essa ter sido para ele a primeira manifestação de como viver é um troço complicado, e, para mim, da certeza de que nem todo o amor do mundo será capaz de poupá-lo das inevitáveis dores do crescimento. No instante em que a vida lhe apresentou sem rodeios suas credenciais, meu impulso foi pegá-lo no colo e, flutuando, chegar a um planeta distante, algo parecido com o Asteróide B612, onde a Rosa e o Pequeno Príncipe certamente nunca proporiam uma partida de futebol como maneira de atenuar a monotonia espacial.

A despeito de minha aterradora sensação de impotência, Vicente levantou-se do chão e, sem esboçar qualquer reação, seguiu no jogo. Chegando em casa, não tocou mais no assunto, nem eu, e foi assim que lidamos com isso. Para vocês que ainda não têm filhos, são em horas como estas que toda a convicção forjada ao longo dos anos como pais e mães cai por terra. Frente a enorme responsabilidade de legendar uma contundente mensagem trazida pelo destino, que lição deveria ser tirada do incidente? Uma pista de como proceder veio através de uma lembrança muito distante, mais especificamente, de quando eu tinha uns 8 anos e fui soltar pipa com o meu pai no Aterro do Flamengo. Apesar de todo o empenho dele em me passar instruções, naquela tarde de domingo, foram várias as que perdi para a malandragem e o cerol dos oponentes. E a cada pipa que me cortavam, meu pai fazia a única coisa que eu poderia esperar dele: não se abatia, nem reclamava, apenas comprava outra. Lá pela quinta ou sexta eu mesmo cheguei a conclusão de que aquilo não estava dando certo e decidi parar. O mesmo aconteceu com o Vicente, que algumas semanas depois do episódio me pediu para trocar o futebol pelo judô.

As duas histórias me fazem concluir que o maior legado que se pode transmitir a um filho é a certeza de que qualquer sonho vale a pena contanto que acreditemos neles, e que cabe a nós, pais, assegurar que estes sejam tão doces e duradouros quanto puderem ser.

Feliz dia dos pais!

por Bruno Medina

Leave a Comment

Your email address will not be published.

Política

MEC suspende criação de cursos a distância e fixa prazo para criar novas regras

post-image

O Ministério da Educação (MEC) suspendeu a criação de novos cursos de graduação a distância, bem como criação de novas vagas e polos EaD (Ensino à Distância), até 10 de março de 2025.

A medida foi divulgada por meio da portaria 528, publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), na sexta-feira (7), e assinada pelo ministro Camilo Santana (PT).

O MEC faz uma revisão do marco regulatório da educação a distância, o que irá prever novos referenciais de qualidade para oferta de graduação remotas. O prazo para esse trabalho é 31 de dezembro de 2024.

Nos últimos anos, o EaD disparou no Brasil (são 4,3 milhões de alunos), como alternativa de cursos mais baratos e com potencial de atender a uma população que precisa conciliar trabalho e estudo.

Política

Lira cria grupo para discutir projeto das Fake News

post-image

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), oficializou a criação do grupo de trabalho para discutir o projeto de lei (PL) das Fake News.

A decisão ocorre uma semana após o Congresso decidir manter um veto, ainda do ex-presidente Jair Bolsonaro, ao dispositivo da Lei de Segurança Nacional que previa punir com prisão disseminadores de notícias falsas.

Em discussão há quase quatro anos no Congresso, a proposta que prevê a regulação das redes sociais conta com o apoio de Lira e do governo, mas sofre grande resistência por parte da oposição.

O grupo anunciado para debater o tema é composto, ao todo, por 20 parlamentares. Eles terão 90 dias, prorrogáveis por igual período, para concluir as discussões.

Na composição, três integrantes são do PL e um do PT. A…

Read More
Política

STF volta a adiar julgamento que pode levar Fernando Collor à prisão

post-image

Um pedido de vista (mais tempo de análise) do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), adiou mais uma vez o julgamento que pode levar o ex-presidente Fernando Collor à prisão. 

Em maio do ano passado, Collor foi condenado a 8 anos e 10 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em um dos processos da Operação Lava Jato. O julgamento de um último recurso de Collor havia começado em fevereiro, mas foi então interrompido por uma vista de Dias Toffoli. 

O recurso de Collor é do tipo embargos de declaração, que em tese não deve reverter a condenação, mas somente esclarecer eventuais obscuridades e contradições da condenação. É o terceiro recurso do tipo apresentado pela defesa, o que vem adiando o cumprimento da sentença, que somente pode ser executada após o trânsito…

Read More
Política Relevantes

Deputados baianos foram a favor da PEC das Praias; veja lista

post-image

A Proposta de Emenda Constitucional que abre caminho para a privatização das praias passou com folga na Câmara com o apoio de 25 dos 35 deputados baianos presentes às votações.

A esmagadora maioria dos deputados baianos votaram a favor da PEC da privatização das Praias, quando a matéria foi apreciada nos dois turnos pela casa, há pouco mais de dois anos. Dos 39 deputados baianos, 35 participaram das duas votações, sendo que 25 deles votaram favoráveis à PEC e apenas 10 votaram contra.

Entre os que votaram pela aprovação da PEC que retira da Constituição Federal a chamada “faixa de marinha” das praias brasileiras e liberam os municípios costeiros a negociar essas áreas, dois nomes chamam a atenção: Alice Portugal e Daniel Almeida. Os dois parlamentares do PCdoB da Bahia votaram sim nos dois turnos. 

Política

Derrotas de Lula no Congresso expõem drama do governo para 2026

post-image

Não chegou a ser surpresa para ninguém que acompanhe os debates no Congresso Nacional ver o governo Lula ser derrotado nas votações da autorização para a saidinha de presos e do artigo da nova Lei de Segurança Nacional que previa a punição à disseminação de fake news. Era o caminho natural num parlamento dominado pela direita, ainda mais em ano eleitoral.

Já faz tempo que a cúpula lulista compreendeu que, nas “pautas de costume”, não há o que fazer a não ser marcar posição e torcer para não perder de muito. Sempre que entram na ordem do dia, temas como saidinha, demarcação de terras indígenas, descriminalização das drogas ou restrição a fake news vão direto para a coluna dos prejuízos da contabilidade governista.

Ainda assim, o placar de cerca de 300 votos a 120 nos dois projetos…

Read More
Política Relevantes

Trump é condenado em 34 acusações em caso de suborno a atriz pornô

post-image

Pela primeira vez na história dos EUA, um ex-presidente foi considerado culpado e condenado num tribunal do juri, como aconteceu nesta quinta-feira (30), num julgamento em que Dobald Trumpu era acusado de ter escondido contabilmente o pagamento de US$ 130 mil à atriz pornô Stormy Daniels na reta final das eleições de 2016, quando derrotou a rival Hillary Clinton. A sentença foi anunciada no início desta noite e Trump foi condenado de forma unanime nas 34 acusações criminais que estava sendo acusado.

Apesar de os jurados terem decidido que Trump é culpado, a pena ainda será determinada pelo juiz Juan Merchan, o que deve acontecer nos próximos dias. As penas previstas pare este tipo de pena são leves e podem chegar a 4 anos.

Geralmente, o juiz determina que o condenado pode cumprir as penas ao mesmo tempo —…

Read More
Juazeiro Política

Isaac Carvalho lança pré-candidatura a prefeito de Juazeiro no dia 1º de junho

post-image

O ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho, lançará a sua pré-candidatura para concorrer novamente ao cargo de prefeito do Munícipio. A data escolhida é o dia 1º de junho, sábado, em Juazeiro.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o presidente do Partido dos Trabalhadores Estadual, Éden Valadares, aparece ao lado do presidente do PT de Juazeiro e do ex-prefeito Isaac convocando a militância de Juazeiro para o lançamento oficial da pré-candidatura de Isaac Carvalho a prefeitura de Juazeiro.

Segundo Éden, o pré-lançamento será uma festa bonita do 13, do time de Jerônimo e Lula, que marcará o retorno de Isaac à prefeitura, com as presenças confirmadas do Senador Jaques Wagner, do Ministro da Casa Civil, Rui Costa, da bancada federal e estadual do PT.

Isaac por sua vez reforçou o convite nas suas redes sociais…

Read More
Política

TRE suspende propaganda do PT na Bahia por promoção pessoal de pré-candidato

post-image

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) determinou a suspensão de uma propaganda do PT em Vitória da Conquista, no Sudoeste. A medida foi tomada pela juíza Arali Maciel Duarte, relatora do caso, após recurso interposto pelo partido União Brasil, agremiação a quem pertence a prefeita Sheila Lemos, que concorre à reeleição. As informações são do Bahia Notícias, parceiro da redeGN.

Segundo a decisão, a propaganda serviu como promoção pessoal do pré-candidato do PT no município, o deputado federal Waldenor Pereira, o que configurou desacordo com a legislação eleitoral. O fato decorre da divulgação de mensagens com falas do governador Jerônimo Rodrigues e do próprio Waldenor Pereira.

No caso do deputado federal, ele afirma que “Conquista vai voltar a brilhar. Tá na hora de chegar junto com a Bahia e com o Brasil pra melhorar a sua vida”.