Risco de contrair DSTs amplia no verão

Qualquer pessoa que tenha uma relação sexual sem proteção está exposta às DSTs.

“É verão, sei lá, dá uma vontade boa de se dar. Tempo bom de ser feliz, tempo bom de namorar”. Este trecho da música da banda Jammil e Umas Noites reflete o sentimento de alegria e descontração normalmente transmitido nessa época do ano, principalmente durante a realização dos ensaios de verão. Mas, especialistas alertam que é justamente na estação mais quente do ano que as pessoas, sobretudo os mais jovens, se entregam com mais frequência ao sexo casual, ficando mais vulneráveis ao contágio de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

Mesmo com as inúmeras campanhas de prevenção, muitas pessoas ainda se expõem diante do grande risco de contágio pelo vírus da Aids (HIV) e por outras doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), além de uma gravidez indesejada. Segundo dados do Ministério da Saúde, 10,3 milhões de brasileiros já tiveram algum sinal ou sintoma de DST. O estudante Moacir Santos, de 19 anos, confessa que não nunca esteve muito inteirado sobre a existência e o perigo de outras doenças. “Conheço mais sobre a Aids. Essas outras, já ouvi falar e agora vou ficar muito mais atento ao assunto”, destaca.

Para Francisco Costa Neto, médico uro-andrologista da Clínica Homem, nesta época do ano, o estímulo à sensualidade provocada pela música, as festas populares, a temperatura elevada e os efeitos do consumo de álcool favorecem o sexo casual. “Por isso, é preciso ter sempre em mãos a melhor forma de proteção contra possíveis surpresas negativas: a camisinha”, alerta o especialista.

Segundo o médico, qualquer pessoa que tenha uma relação sexual sem proteção está exposta às DSTs, que, por sua vez, podem acarretar complicações graves. As DSTs são infecções transmitidas através de relações sexuais e causadas por vírus, fungos, protozoários e bactérias. “A gonorreia, a clamídia, a tricomoníase, a sífilis, o HPV (verruga genital), o cancro mole, o herpes genital, a hepatite B e a Aids são as DSTs mais comuns”, detalha. Nas mulheres, o Papilomavirus Humano (HPV) é considerado uma das DSTs mais frequentes, com menor incidência entre os homens.

É constatado que hoje, no mundo, uma em cada cinco mulheres é portadora do vírus e no Brasil, o Ministério da Saúde registra 137 mil novos casos por ano. O país é um dos líderes mundiais em incidência de HPV, principalmente entre mulheres na faixa etária entre 15 e 25 anos.

Essas são doenças que, embora não sejam tão conhecidas e divulgadas em campanhas, são graves e podem trazer uma série de consequências para a saúde. E não se pode esquecer que algumas delas não têm cura, alerta o urologista Márcio Prado.

“A herpes genital e o HPV, por exemplo, estão entre os exemplos. As doenças podem ser controladas, mas ainda não têm cura e a gonorreia, outra DST perigosa, pode causar infertilidade”, explica o urologista.

Prevenção – Um estudo realizado recentemente na Universidade de Wisconsin (EUA) demonstrou que o correto e sistemático uso de preservativos em todas as relações sexuais apresenta uma eficácia estimada em 90-95% na prevenção da transmissão do HIV.

Para informações sobre onde estão sendo realizados testes rápidos e gratuitos de HIV e distribuição de preservativos acesse o site: www.aids.gov.br.

Outro alerta é que nesse período de muitas festas, shows e baladas, as pessoas dormem menos, se alimentam de forma inadequada e esses fatores baixam a resistência do sistema imunológico (defesa do organismo), o que aumenta a possibilidade de infecções.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

Política

MEC suspende criação de cursos a distância e fixa prazo para criar novas regras

post-image

O Ministério da Educação (MEC) suspendeu a criação de novos cursos de graduação a distância, bem como criação de novas vagas e polos EaD (Ensino à Distância), até 10 de março de 2025.

A medida foi divulgada por meio da portaria 528, publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), na sexta-feira (7), e assinada pelo ministro Camilo Santana (PT).

O MEC faz uma revisão do marco regulatório da educação a distância, o que irá prever novos referenciais de qualidade para oferta de graduação remotas. O prazo para esse trabalho é 31 de dezembro de 2024.

Nos últimos anos, o EaD disparou no Brasil (são 4,3 milhões de alunos), como alternativa de cursos mais baratos e com potencial de atender a uma população que precisa conciliar trabalho e estudo.

Política

Lira cria grupo para discutir projeto das Fake News

post-image

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), oficializou a criação do grupo de trabalho para discutir o projeto de lei (PL) das Fake News.

A decisão ocorre uma semana após o Congresso decidir manter um veto, ainda do ex-presidente Jair Bolsonaro, ao dispositivo da Lei de Segurança Nacional que previa punir com prisão disseminadores de notícias falsas.

Em discussão há quase quatro anos no Congresso, a proposta que prevê a regulação das redes sociais conta com o apoio de Lira e do governo, mas sofre grande resistência por parte da oposição.

O grupo anunciado para debater o tema é composto, ao todo, por 20 parlamentares. Eles terão 90 dias, prorrogáveis por igual período, para concluir as discussões.

Na composição, três integrantes são do PL e um do PT. A…

Read More
Política

STF volta a adiar julgamento que pode levar Fernando Collor à prisão

post-image

Um pedido de vista (mais tempo de análise) do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), adiou mais uma vez o julgamento que pode levar o ex-presidente Fernando Collor à prisão. 

Em maio do ano passado, Collor foi condenado a 8 anos e 10 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em um dos processos da Operação Lava Jato. O julgamento de um último recurso de Collor havia começado em fevereiro, mas foi então interrompido por uma vista de Dias Toffoli. 

O recurso de Collor é do tipo embargos de declaração, que em tese não deve reverter a condenação, mas somente esclarecer eventuais obscuridades e contradições da condenação. É o terceiro recurso do tipo apresentado pela defesa, o que vem adiando o cumprimento da sentença, que somente pode ser executada após o trânsito…

Read More
Política Relevantes

Deputados baianos foram a favor da PEC das Praias; veja lista

post-image

A Proposta de Emenda Constitucional que abre caminho para a privatização das praias passou com folga na Câmara com o apoio de 25 dos 35 deputados baianos presentes às votações.

A esmagadora maioria dos deputados baianos votaram a favor da PEC da privatização das Praias, quando a matéria foi apreciada nos dois turnos pela casa, há pouco mais de dois anos. Dos 39 deputados baianos, 35 participaram das duas votações, sendo que 25 deles votaram favoráveis à PEC e apenas 10 votaram contra.

Entre os que votaram pela aprovação da PEC que retira da Constituição Federal a chamada “faixa de marinha” das praias brasileiras e liberam os municípios costeiros a negociar essas áreas, dois nomes chamam a atenção: Alice Portugal e Daniel Almeida. Os dois parlamentares do PCdoB da Bahia votaram sim nos dois turnos. 

Política

Derrotas de Lula no Congresso expõem drama do governo para 2026

post-image

Não chegou a ser surpresa para ninguém que acompanhe os debates no Congresso Nacional ver o governo Lula ser derrotado nas votações da autorização para a saidinha de presos e do artigo da nova Lei de Segurança Nacional que previa a punição à disseminação de fake news. Era o caminho natural num parlamento dominado pela direita, ainda mais em ano eleitoral.

Já faz tempo que a cúpula lulista compreendeu que, nas “pautas de costume”, não há o que fazer a não ser marcar posição e torcer para não perder de muito. Sempre que entram na ordem do dia, temas como saidinha, demarcação de terras indígenas, descriminalização das drogas ou restrição a fake news vão direto para a coluna dos prejuízos da contabilidade governista.

Ainda assim, o placar de cerca de 300 votos a 120 nos dois projetos…

Read More
Política Relevantes

Trump é condenado em 34 acusações em caso de suborno a atriz pornô

post-image

Pela primeira vez na história dos EUA, um ex-presidente foi considerado culpado e condenado num tribunal do juri, como aconteceu nesta quinta-feira (30), num julgamento em que Dobald Trumpu era acusado de ter escondido contabilmente o pagamento de US$ 130 mil à atriz pornô Stormy Daniels na reta final das eleições de 2016, quando derrotou a rival Hillary Clinton. A sentença foi anunciada no início desta noite e Trump foi condenado de forma unanime nas 34 acusações criminais que estava sendo acusado.

Apesar de os jurados terem decidido que Trump é culpado, a pena ainda será determinada pelo juiz Juan Merchan, o que deve acontecer nos próximos dias. As penas previstas pare este tipo de pena são leves e podem chegar a 4 anos.

Geralmente, o juiz determina que o condenado pode cumprir as penas ao mesmo tempo —…

Read More
Juazeiro Política

Isaac Carvalho lança pré-candidatura a prefeito de Juazeiro no dia 1º de junho

post-image

O ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho, lançará a sua pré-candidatura para concorrer novamente ao cargo de prefeito do Munícipio. A data escolhida é o dia 1º de junho, sábado, em Juazeiro.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o presidente do Partido dos Trabalhadores Estadual, Éden Valadares, aparece ao lado do presidente do PT de Juazeiro e do ex-prefeito Isaac convocando a militância de Juazeiro para o lançamento oficial da pré-candidatura de Isaac Carvalho a prefeitura de Juazeiro.

Segundo Éden, o pré-lançamento será uma festa bonita do 13, do time de Jerônimo e Lula, que marcará o retorno de Isaac à prefeitura, com as presenças confirmadas do Senador Jaques Wagner, do Ministro da Casa Civil, Rui Costa, da bancada federal e estadual do PT.

Isaac por sua vez reforçou o convite nas suas redes sociais…

Read More
Política

TRE suspende propaganda do PT na Bahia por promoção pessoal de pré-candidato

post-image

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) determinou a suspensão de uma propaganda do PT em Vitória da Conquista, no Sudoeste. A medida foi tomada pela juíza Arali Maciel Duarte, relatora do caso, após recurso interposto pelo partido União Brasil, agremiação a quem pertence a prefeita Sheila Lemos, que concorre à reeleição. As informações são do Bahia Notícias, parceiro da redeGN.

Segundo a decisão, a propaganda serviu como promoção pessoal do pré-candidato do PT no município, o deputado federal Waldenor Pereira, o que configurou desacordo com a legislação eleitoral. O fato decorre da divulgação de mensagens com falas do governador Jerônimo Rodrigues e do próprio Waldenor Pereira.

No caso do deputado federal, ele afirma que “Conquista vai voltar a brilhar. Tá na hora de chegar junto com a Bahia e com o Brasil pra melhorar a sua vida”.